"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

08.12.09

Degraus acima


Correr em escadas pode ser um grande aliado para melhorar o desempenho nas passadas

 


Uma das cenas mais marcantes do filme “Rocky, um lutador”, é aquela em que o personagem principal da película, protagonizada por Sylvester Stallone, utiliza da corrida como preparação para uma luta. Já no final de seu treino, Rocky testa sua resistência subindo as escadas do Museu de Arte de Filadélfia.

Deixando a ficção de lado, o treino em escadas pode ser de grande ajuda para o corredor, apesar de pouco difundido no país. Em alguns países, são comuns as corridas em arranha-céus, chamadas de stair race, como a realizada anualmente no Empire State Building, em Nova York, que tem 86 andares e 1.576 degraus.

“Esse é um tipo de treino bastante interessante, porque diferencia do treino só em asfalto, por exemplo. Além disso, ele é importante porque ajuda no fortalecimento dos músculos. Porém, é indicado para corredores mais avançados, porque exige maior coordenação, e é de uma dificuldade maior”, explica Rossy Borges, diretor técnico da assessoria desportiva Upsports Club.

“O impacto deste treino é grande, por isso, quem tem histórico de lesão recente, como lesão por estresse, por exemplo, deve evitar este tipo de exercício. Além disso, atletas que estão começando no desporto devem realizá-lo de maneiro leve, sempre com progressão”, completa Allan Menache, treinador da assessoria desportiva Treinamento Inteligente e do programa de capacitação.


Para cada objectivo
O treino em escadas, ao contrário do que possa parecer, pode ser realizado de diversas formas, dependendo do foco que o atleta queira dar ao seu exercício. Exercícios de força e velocidade, para provas menores, ou de resistência, para as mais longas, podem ser feitos de formas diferente, como fala Menache.

“O treino em degraus é normalmente dividido em três categorias principais. Os exercícios para força podem ser feitos com o atleta subindo de três em três degraus, de forma mais lenta e com sobrecarga. Já os de potência têm que ser realizados de forma mais rápida, sem sobrecarga, subindo de degrau em degrau. Já os de resistência usa-se uma sobrecarga baixa, de dois em dois degraus, com um tempo de prática mais longo”.

“Uma dica é separar os andares do prédio, por exemplo, para condicionar melhor o exercício. Do 1° ao 10° andar de forma mais lenta e depois com um trote leve, de dois em dois degraus, para ajudar na coordenação motora”, completa Borges.

Benefícios

Confira abaixo os principais benefícios deste tipo de exercício, listados pelo treinador Allan Menache:

- Economia de energia na corrida

- Melhor eficiência do movimento

- Aumento de performance

- Prevenção de lesões


tags:
publicado por Zé às 21:35

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian