"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

09.02.13


Treinadores dão dicas para saber se você já atingiu o máximo na corrida ou ainda pode melhorar o seu desempenho!

Assim como a maioria dos desportos, a corrida é uma actividade física em que os atletas têm seus altos e baixos, auges e declínios. Todo corredor, mesmo que seja de elite, tem o seu limite de desempenho, e chega um momento em que o corpo não suporta mais manter uma performance elevada. Para os corredores amadores isso não é diferente. Porém, quando um atleta não-profissional chega ao seu limite, para que continue melhorando seu desempenho, necessitará de melhores recursos e mais tempo dedicado aos treinos, tendo que abdicar assim de outras funções do seu dia-a-dia. A falta de orientação e a forma de treino também podem afectar o seu limite. Desempenhar exercícios musculares, nos ginásios, por exemplo, é de extrema importância para que o corpo consiga aguentar melhor a “pressão” de evoluir nas corridas.

Muito mais do que correr...
Pra quem pensa que correr é apenas função dos músculos, pode reciclar essa ideia. O limite na corrida é a junção de duas partes essenciais: a parte física e a mental. Sobrecarregar essas duas funções é chegar a um patamar de não conseguir ter melhor desempenho, e, assim, não conseguir melhorar o tempo ou aumentar a distância. “A falta de orientação acaba influenciando no atleta. Tem que saber deixar tanto a parte física, quanto a mental em um bom nível. Mas quando algum destes factores se esgotarem, o limite irá chegar”, explicou Ricardo Arap, director técnico da Race Consultoria Desportiva. A paciência é outro factor que contribui de forma activa no desempenho máximo. Quanto maior for a calma em procurar melhores resultados, mais distante estará seu limite. Quem corre por contra própria, algumas vezes, acaba deixando para segundo plano o descanso e o momento certo de parar, para que atinja mais rápidamente suas metas. Por isso, é importante estar sempre atento com as mensagens que seu corpo manda e procurar um especialista para ter uma orientação correcta.
Idade
A idade não é mais um dos factores para ter menor desempenho como há alguns anos. O atleta que já pratica o desporto a mais tempo tem a seu favor a experiência e a paciência, o que, consequentemente, pode significar que ter mais idade é sinônimo de melhor corredor. “Os corredores jovens, que têm pouca idade, acabam chegando no seu limite físico e mental muito rápido, já que não têm paciência suficiente para deixar o corpo em um melhor estado para a corrida. Os corredores com mais idade já conseguem manter um melhor equilíbrio. Por isso é bem comum ver em provas com maior distância, como Maratonas e Meias-maratonas, mais corredores ´velhos´ do que jovens”, afirma Cléber Kenji Koide, treinador da Equipa Corpo Activo. Mas um facto não há como negar: o corpo de um atleta mais jovem está um pouco mais propício para actividades físicas do que um de mais idade. Um corredor, fisicamente, está em sua melhor forma dos 20 a 30 anos. Entretanto, a sabedoria pode ser um bom aliado na hora de dar suas corridas.
Sintomas como desanimação, lesões e regressão pode ser um bom indicio que o seu limite já esteja alcançado


Testes
Existem alguns testes usados por profissionais que têm como intuito saber o limite de cada corredor. Exames como cardiograma, teste de esforço e anagrama podem ser uma boa recomendação para saber qual será a sua perspectiva na corrida.“Entre períodos de seis, nove, ou doze meses sempre pedimos uma avaliação para os atletas, para saber como que anda a parte física, principalmente a cardíaca, com a intenção de saber como anda o limite do corredor, se a capacidade máxima aumentou ou diminuiu”, conclui Arap.

tags:
publicado por Zé às 15:30

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian