"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

29.06.12

O corpo humano não perde apenas água pelo suor e a reposição destes minerais é muito importante para evitar a desidratação

 



Existem inúmeros componentes externos e internos que auxiliam no rendimento da performance de um corredor. E um dos factores principais é a presença de sais minerais no organismo, responsável pelo aproveitamento de energia no nosso corpo.Os sais minerais são micronutrientes indispensáveis ao organismo, pois atuam na regulação do metabolismo corporal. Esses nutrientes, como o ferro, cálcio, potássio, zinco e sódio, desempenham várias tarefas no nosso organismo, como:

Estrutural: geram a estrutura da formação dos ossos, dentes e esqueleto, sendo fundamental desde o nascimento.

Funcional: participam na manutenção do ritmo cardíaco, na contratilidade muscular, condutividade neural, e no equilíbrio ácido básico do organismo.

Regulador: agem como parte importante das enzimas e dos hormônios que modificam e regulam a actividade celular. “Os sais minerais são extremamente importantes para o funcionamento do organismo. Esses micronutrientes podem ser encontrados em vários alimentos, sendo que a água é seu principal carreador”, diz Priscila Di Ciero, nutricionista especialista em Nutrição Desportiva e Funcional.

Factor saúde
Os sais minerais têm uma ligação direta com a saúde do corpo. Quando eles estão descontrolados, com ausência ou quantidade superior do nível normal de algum micronutriente, o organismo acaba sofrendo. Bons exemplos são o excesso de sódio no organismo em detrimento de potássio, que acaba levando à retenção de líquidos e até no aumento da pressão arterial. Deficiência de cálcio e outros minerais como o fósforo e magnésio levam à descalcificação óssea, aumentando o risco de osteoporose.

Atenção aos corredores
Os sais minerais quando estão balanceados podem ser uma grande aliada do corredor, mas, quando não está regulada, acaba afectando directamente o atleta, que sente na pele os seus problemas. Com o calor elevado no decorrer da corrida, o suor acaba retendo além de água, sais minerais, como sódio, cloreto e potássio, principais micronutrientes no controle da hidratação e da regulação da temperatura do corpo. “A perda de sais minerais só reforça o quão importante é tomar água antes, durante e depois da corrida, deixando esses nutrientes em equilíbrio”, afirma Priscila. A quantidade de água a ser ingerida é relativa e cada atleta tem uma quantidade ideal, que pode ser calculada por um nutricionista desportivo. Além da água, outros líquidos, como os isotônicos e a água de coco, também podem ser ingeridos com o fim de repor os sais minerais perdidos pelo suor durante as suas passadas. Por possuírem uma formulação parecida com o plasma, a absorção dos sais minerais acaba sendo mais ágil. Porém, o seu uso deve ser cuidadoso. Consumir exageradamente os isotônicos sem fazer actividades físicas pode dar ao indivíduo um aumento de peso, por sua grande quantidade calórica

O poder dos sais minerais
Cada micronutriente tem o seu papel no nosso organismo. Confira agora os principais sais minerais, suas funções e aonde ela pode ser encontrada.

Ferro
Componente fundamental na circulação sanguínea, tendo funções importantes na hemoglobina e no sistema respiratório. Pode ser encontrada em grandes quantidades nas carnes de frango e de porco. Mesmo contendo grande quantidade de ferro, o feijão não consegue fornecer grandes quantidades do nutriente para o nosso corpo, que tem dificuldade em absorvê-lo.

Cálcio
Está presente na formação dos dentes e ossos, com papéis importantes também no sistema nervoso e muscular. É uma ótima fonte de energia quando combinada com o cálcio. É encontrado em legumes (brócolis e repolho), carne de peixe e em laticínios (leite, queijo, iogurte).

Potássio
Extremamente importante para a contração muscular e na transmissão nervosa. Sua deficiência pode trazer fraqueza muscular e fadiga. Está presente em frutas, carnes e nos alimentos derivados do leite.

Sódio
É o principal elemento para os corredores, já que tem importante papel na função da contração muscular. Na falta de sua reposição, pode acabar em hiponatremia, doença que atinge indivíduos com baixa fração de sódio na rede sanguínea. Já quando está em demasiado no organismo, pode causar hipertensão. Encontrado principalmente no sal e no azeite.

publicado por Zé às 08:39

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian