"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

05.01.13


Veja dicas de como manter sua performance e o prazer pela prática do desporto após atingir suas metas na corrida.

Meses de treino para fazer bonito e valer a pena todo o esforço. É esse o rumo natural de milhares de corredores amadores do planeta. Mas depois de passar o entusiasmo e a emoção de ter completado um sonho, vem a pergunta: “E a agora?”. A melhor maneira de continuar motivado nos treinos é sempre buscar novos objectivos e novidades na corrida, criando metas que não deixam que o desânimo tome conta. Mas sempre fica a dúvida sobre o momento e o objectivo correcto a ser traçado.
Metas, metas e mais metas!
Não há dúvidas entre os treinadores que a melhor forma de motivar um atleta é criando metas. Ao criar um objectivo, o corredor terá uma motivação a mais para correr e deixará a insistente preguiça de lado na hora de dar as suas corridas. Existem muitas metas que podem motivar o atleta ao máximo. Buscar algo que deseja muito pode virar pretexto para dar suas corridas. Ideologias como correr distâncias em uma boa velocidade, correr para perder peso ou quebrar algum recorde pessoal podem ajudar os corredores a terem vontade de sobra. “É importante criar essas metas, mas o mais importante é que elas sejam possíveis de serem realizadas. Os objectivos podem ser de curto, médio ou longo prazo, dependendo da motivação do atleta”.

Saúde em primeiro lugar...
Acima de procurar prazer e auto-estima, o atleta deve sempre procurar obedecer a suas capacidades fisiológicas, e não ultrapassar limites. “É importante em qualquer desporto preservar a saúde, já que é através dela que se consegue força para a realização de exercícios físicos. Procurar realizar exames logo após a conquista de uma meta é sempre necessário, para que se possa criar outros objectivos a partir do seu desenvolvimento físico”. Além de o atleta estar bem preparado, sabendo da sua actual capacidade, uma boa saúde pode ser um estimulante a mais, já que trará confiança ao corredor, aumentado sua auto-estima e sua capacidade mental de assimilar a pressão que pode ocorrer antes da conquista do objectivo.
Cada degrau de uma vez...
Quando se pensa em assumir outro objectivo, logo se relaciona a algo superior, com mais distância e treinos. Mas o que ocorre naturalmente é, muitas vezes, o inverso. Corridas de menores distâncias podem ser mais estimulantes que as demais. Trabalhar metas na mesma distância pode ser muito motivador, procurando outros princípios que não foram buscados no objectivo anterior. Construir uma boa base antes de pular de nível é essencial para um bom amadurecimento na corrida.
Dicas dos treinadores

 

• Respeitar o organismo, sem colocar em risco a saúde;

• Traçar um planeamento e segui-lo rigorosamente, sem ausências desnecessárias;

• Ter sempre um “Plano B” na hora de realizar o objectivo, sendo assim, sem proporcionar frustração;

• Pensar no que pode ser feito depois de concretizar uma meta;

• Realizar check-ups pelo menos duas vezes ao ano;

• Passar para distâncias maiores após longo período de amadurecimento;

• Sempre mentalizar e almejar a meta que será alcançada;

• Procurar um profissional que possa dar auxílio a suas metas;

tags:
publicado por Zé às 08:00

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian