"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

20.11.13


Para os atletas, a alimentação matutina serve como combustível para um melhor desempenho do corpo durante a actividade física.

Muitas vezes, com a pressa de conseguir conciliar todas as actividades do dia, alguns corredores acabam deixando de ter uma alimentação mais equilibrada para poder conseguir praticar o desporto. Quando tratamos do café da manhã, por exemplo, isto pode não ser uma boa ideia.
Responsável por repor a energia e os nutrientes gastos pelo sono, a refeição matinal é de extrema importância para os corredores que preferem as primeiras horas do dia para dar suas corridas. Contudo, ter um bom café da manhã não é sinônimo de comer muito, mas sim ingerir os nutrientes indispensáveis para um bom dia de treino e de outras tarefas.
“Quando dormimos, embora o organismo continue trabalhando em um ritmo menor, as funções básicas como respirar, o funcionamento do coração, manutenção da temperatura corporal e a circulação sanguínea são mantidos, e para isso o corpo consome em média 60 kcal por hora de sono. Portanto, a primeira refeição do dia é responsável por repor a energia consumida durante o sono e fornecer `combustível´ para retomar as actividades do dia”, explica Tarcila Ferras de Campos, nutricionista.
Sendo assim, alguns alimentos devem ser frequentes na mesa da refeição, como o leite, queijo e iogurte, na parte dos laticínios; pães integrais, aveia, farelo de trigo, biscoitos integrais, para carbohidratos; e frutas e sumos naturais, abastecendo as vitaminas e minerais.

Antes ou depois
Uma das maiores dúvidas dos corredores é o momento certo do café da manhã, se deve ocorrer antes ou depois da corrida. Tarcila responde a questão. “Antes da actividade física é interessante ingerir uma refeição mais leve para garantir um mínimo de energia necessária para a realização do exercício. Após a actividade é o horário mais importante, pois é o momento que recuperamos o músculo. Portanto, a refeição na pós-actividade física deve ser mais completa e seria o melhor momento para o café da manhã”.
Porém, além de se alimentar antes, é necessária a espera de uma hora até os nutrientes do alimento fazerem efeito. “Pessoas que fazem actividades físicas logo de manhã devem tomar mais um cuidado importante. O café da manhã deve ser feito com pelo menos 1 hora antes da actividade física, para dar tempo de o corpo absorver os nutrientes dos alimentos e utilizá-los no momento do treino”, exalta Maria Gabriela Goulart, nutricionista.
Sendo assim, antes da refeição o atleta pode ingerir uma vitamina com leite desnatado ou apenas uma fruta. Já pós-actividade física, deve-se realizar o café da manhã completo, com um iogurte, fatias de pão integral, queijo branco e mais frutas.
A falta de energia nas primeiras horas do dia pode levar também à falta de memória e diminuir a capacidade de concentração, além de contribuir para o mau-humor matutino. “O café da manhã garante que você tenha uma boa concentração, além de regular a serotonina, hormônio do bem-estar”, acrescenta Gabriela. Além disso, quem fica de jejum pela manhã pode acabar com fraqueza e até mesmo ganhar peso, já que é normal, nesses casos, aumentar a quantidade de comida ingerida nas outras refeições, principalmente no almoço.

publicado por Zé às 09:00

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian