"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

25.06.11



Nem sempre você precisa correr o mais rápido que pode. Veja a importância de dosear o ritmo para que você se saia melhor nas provas

 


Ritmo ideal é algo particular e cada corredor encontra o seu na medida em que os treinos evoluem. Para seguir um bom pace, não é necessário correr rápido demais, nem querer sair sómente acelerando com tudo por aí. A corrida mais lenta também tem benefícios. Por exemplo, em certos momentos, como nos dias que antecedem as provas, diminuir a intensidade nos treinos ajuda na preparação, pois preserva o organismo para o ritmo forte que exige uma disputa.

“A corrida em um ritmo mais lento também é muito importante como treino regenerativo, tanto no pós-prova quanto entre um treino forte e outro, pois não exige muito da musculatura e provoca uma recuperação activa, que mantém o corredor treinando com pouco desgaste, tanto fisiológico quanto muscular”, diz Leandro Sandoval, director técnico da Life Training Assessoria Desportiva.

Quando o corredor está “naqueles dias” e precisa aliviar o estresse, uma corrida de baixa intensidade também ajuda a espairecer. “Se a pessoa teve um dia de trabalho muito desgastante e foi correr apenas para distrair a mente, praticar desporto mais devagar ajuda bastante a relaxar”, explica Enzo Amato, diretor técnico da Assessoria Desportiva que leva seu nome.

Tome nota!
Como em qualquer treino específico de corrida, o descanso é uma fase indispensável. O excesso de treinos em um ritmo forte pode gerar um maior desgaste, prejudicando seu desempenho. Para que você consiga ter um melhor control sobre seu ritmo, alguns treinos ajudam a aperfeiçoar esse factor, como os treinos longos. "Treino longo é feito em ritmo confortável (leve), com foco em cumprir o tempo ou quilometragem proposta", explica Amato. Nesse tipo de treino, os batimentos ficam em um nível confortável, já que o atleta corre confortavelmente em um espaço maior.

Outro treino que o ajuda a ter uma maior percepção sobre seu pace são os intervalados, mais conhecidos como treinos de tiro. "Treino de tiro é feito na maior velocidade possível. Para cumprir a distância ou tempo do tiro, quanto menor a distância, mais rápida deve ser a corrida”, explica Amato. Nos intervalados, os batimentos ficam no limite, a respiração ofegante e as pernas ficam mais cansadas, mas isso gera um maior control conhecimento sobre seu corpo.

Siga seu ritmo
Não tente acompanhar corredores mais rápidos em provas e treinos. Ao fazer isso, você pode sair do seu ritmo confortável e acabará desgastando-se. Isso pode fazer com que o seu treino seja prejudicado e até gerar lesões por conta do esforço exacerbado.

tags:
publicado por Zé às 11:37

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian