"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

14.08.12

A Prof. Suely Tambalo, educadora física e professora do CGPA Pilates explica como aliviar e tratar a incômoda dor na região lombar, tão comum entre os praticantes de corrida

 

A dor na região lombar ou lombalgia acontece devido ao impacto mal distribuído pelas articulações em decorrência do esforço repetitivo da corrida. Num primeiro momento, é necessário investigar a causa do incômodo e verificar se ele é resultado de uma sobrecarga causada por esforço inadequado -o que pode ser solucionado com maior conhecimento dos movimentos e controle corporal durante a atividade- ou se realmente já existe uma patologia instalada. Para se assegurar da causa e buscar o tratamento adequado, uma consulta num ortopedista com a utilização de imagens é indispensável. Após o diagnóstico médico, o método Pilates pode ser um grande aliado no combate às dores lombares uma vez que o foco da técnica é a busca do equilíbrio corporal com o alongamento e fortalecimento da musculatura de todo o corpo, especialmente no que se refere aos músculos do tronco e da manutenção da curvatura fisiológica da coluna. Essas são condições necessárias para se evitar sobrecargas articulares na coluna, manter preservados os espaços entre as vértebras e evitar compressões nervosas que possam causar dor. Numa sessão de Pilates é importante relaxar a região lombar e a musculatura do quadril, promovendo assim o alongamento dos membros inferiores e do tronco. Posteriormente, já se inicia o trabalho de fortalecimento do Centro de Força (assim denominado por Joseph Pilates), que inclui todos os músculos profundos e superficiais do abdome e a fortificação e alongamento de todos os músculos do tronco. Os exercícios tradicionais da técnica podem ser aplicados nesse momento, respeitando as características da patologia apresentada pelo indivíduo. Alguns também podem ser modificados para facilitar o acionamento dos músculos desejados e para que a pessoa tenha conhecimento de como se movimentar corretamente. Ao restabelecer a biomecânica correcta, o corredor aprende a se posicionar e se locomover de maneira mais eficiente, protegendo suas articulações, evitando sobrecargas e melhorando a postura, o que possibilita o alívio e o controle dos incômodos musculares. A corrida é uma prática que, como qualquer outra, não está isenta da possibilidade de lesões, devido aos movimentos repetitivos. Porém, o autoconhecimento é um grande aliado na reeducação de hábitos indesejáveis e na prevenção de desgastes futuros. Com esses cuidados, os atletas poderão ficar livres de dores e manter uma vida longa no desporto.

tags:
publicado por Zé às 17:17

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian