"O tempo é valiosíssimo, mas não custa nada, podemos fazer o que quisermos com ele, menos possui-lo, podemos gasta-lo, mas não podemos guarda-lo. Quando o perdemos não podemos recupera-lo, "passou e pronto.!".

06.03.13


O que fazer para não abandonar o exercício? A motivação inicial pode diminuir à medida que os dias passam. Veja como contrariar a tendência.

Quem decide começar a caminhar ou até dar uma corrida costuma ser compensado por uma enorme motivação, pelo menos nas primeiras semanas de atividade física. Com o passar dos dias, o entusiasmo pode diminuir, especialmente se não houver um planeamento do exercício.

Conselhos para não desistir:


1. Arranje um parceiro,  nas primeiras semanas e comprometa-se com ele. É muito fácil adiar a questão quando se está sozinho. Especialmente naquele dia em que a preguiça ou a chuva não ajudam.

2. Estabeleça metas atingíveis e reais, como caminhar dois quilómetros, três vezes por semana nas primeiras duas semanas. E aumente 300 metros por semana, num período de 12 semanas. Vale a pena planear a evolução, traçando planos para um ano com metas curtas, médias e de longo prazo.

3. Num caderno ou agenda, faça uma espécie de “diário de treino“. Algo como: “hoje caminhei dois quilómetros e senti-me bem”. E valorize os progressos: “caminhei 10 minutos e corri durante dois minutos.” Segundo os treinadores, registar o exercício faz com que se visualize a evolução, o que é altamente motivador.

4. Esqueça o exercício dos outros, concentre-se em si. Trace as suas próprias metas, sabendo onde quer chegar e como fará para atingir os seus objetivos.

5. Use roupas e ténis confortáveis, adequados ao seu corpo.

6. Escolha um local agradável para praticar exercícios, como um parque, ou junto ao rio. Pelo menos uma vez por semana programe um treino ao ar livre.

7. Se segue um plano de exercícios, lembre-se que a sessão de exercício programada e perdida para aquele dia não poderá ser somada ao dia seguinte. Esqueça e siga em frente.

8. Partilhe experiências. Converse sobre o seu treino com pessoas do mesmo nível ou com pessoas mais experientes.


9. Não use desculpas como “estou muito pesado”, “não tenho fôlego”, “não consigo acordar cedo” para desistir do exercício. A perda de peso e a resistência vêm justamente com a continuidade da caminhada ou da corrida. Quanto ao horário, escolha o que é possível e mais confortável para a sua vida.

10.descanso é essencial. O intervalo entre um dia e outro de atividade física é benéfico para a recuperação.

tags:
publicado por Zé às 08:09

Um espaço onde pode informar-se sobre aspectos relacionados com a corrida, alimentação, exercícios, nutrição, treinos, lesões etc,etc. Email:jmsesteves@mail.pt
Visitas/Tradutor
English French German Spain Italian